p2pi2020@gmail.com / (86) 9 9415-6383

PEDRO II, PIAUÍ, BRASIL - 01/03/2021


Portal P2

Portal P2


    Veja bilhete com teor de ameaça que irmão enviou a advogada Izadora Mourão

A Polícia Civil do Piauí, durante a investigação do Caso Izadora Mourão, encontrou um bilhete escrito pelo jornalista João Paulo Mourão e endereçado à vítima, sua irmã. O GP1 teve acesso a uma foto do recado, cujo conteúdo tem um teor de ameaça.

Na mensagem escrita em uma folha de caderno, com tons de ameaça, o jornalista dá a entender que havia algum problema entre os dois. No bilhete, João Paulo pede que Izadora não mexa em suas coisas, nem “crie confusão”.

“Não mexa nunca nas minhas coisas sem a minha permissão, nem crie confusão envolvendo meu nome e da nossa mãe. Cuide das suas coisas, da sua vida e não crie nunca confusão desnecessária para você nem pra nós”, diz o recado.

João Paulo ressalta no bilhete que a vítima deveria se cuidar para não se prejudicar. “Pare de criar confusão e se prejudicar. Cuide-se, esqueça a vida alheia, cuide bem dos seus filhos, procure organizar-se em sua vida. Lembre-se que temos uma mãe já de idade e um irmão especial para cuidarmos”, conclui o texto.

Jornalista confirmou que escreveu bilhete

Em depoimento à Polícia Civil no domingo (14), um dia após o crime, João Paulo assumiu a autoria do bilhete encontrado na residência da família. Ele ainda não havia sido preso.

Prisão

João Paulo Mourão foi preso na tarde da última segunda-feira (15), como principal suspeito de ter assassinado a irmã com sete facadas. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) afirma que não restam dúvidas de que o jornalista é o autor material do crime. Nesta terça (16), a Justiça do Piauí converteu em preventiva a prisão em flagrante do acusado.

 

TEXTO: GP1 


Publicada Por: Cleber Araujo - p2pi2020@gmail.com

Deixe o seu comentário